08 Aug 16

C&T em discussão no Teatro Thalia

Foi no passado dia 12 de julho que o Teatro Thalia recebeu a III Conferência GPA’16. “Ciência e Tecnologia” foi o tema que marcou esta manhã.

César Fonseca, vencedor do Prémio Jerónimo Martins/GPA – Investigação e Desenvolvimento Sustentável, falou de alternativas verdes à utilização do petróleo.

Seguiu-se Frederico Dias, responsável pelo programa M@rBis, explicou aos presentes a estrutura de missão para a Extensão da Plataforma Continental.

Carlos Duarte abordou o tema Ocean Solutions for Humanity Grand Challenges e partilhou a sua experiência enquanto responsável pela Expedição Malaspina.

A manhã terminou com o debate em que foram abordadas questões como a promoção da multidisciplinaridade, a disrupção tecnológica e o acesso aos fundos europeus.

Veja as imagens da conferência aqui.

22 Jun 16

Ciência e Tecnologia para um Futuro Sustentável

No seu III Ciclo de Conferências, o GPA anuncia a conferência “Ciência e Tecnologia para um futuro sustentável”.

No próximo dia 12 de Julho, no Teatro Thalia, contaremos  com a intervenção do investigador Carlos Duarte, responsável pela Expedição Malaspina sobre o tema “Ocean Solutions for Humanity Grand Challenges”.

O evento contará ainda com a participação do investigador César Fonseca sobre “Detergentes verdes: uma alternativa sustentável. Transformar a tecnologia numa vertente industrial” e um painel de oradores das áreas da Ciência e Tecnologia, que inclui investigadores e responsáveis empresariais, representantes de organismos públicos e privados, reunidos em torno do debate sobre a evolução do investimento em Portugal nas áreas de I&D, e da apropriação da inovação dos vários quadrantes da sociedade e da economia portuguesa, evidenciando oportunidades, desafios e apresentando casos de sucesso.

A inscrição é gratuita e obrigatória – e pode ser feita aqui.

22 Jun 16

E se o Desperdício Alimentar fosse um país?

Estima-se que, atualmente, se consuma mais de 50% de recursos naturais renováveis do que a Terra é capaz de regenerar. E o desperdício é gerado nos mais diferentes sectores de actividade. Helio Mattar, presidente do Instituto Akatu, fez questão de ilustrar a dimensão do desperdício - alimentar, em particular - gerado pela atividade humana. Na II Conferência GPA'16, Helio afirmou que se o desperdício alimentar fosse um país, seria o maior consumidor de água e o terceiro em emissão de carbono (neste caso só ultrapassado pelos Estados Unidos e pela China). Para o presidente do Instituto Akatu, a única de inverter a tendência crescente de desperdício - que aumentou drasticamente nas últimas décadas, em grande parte devido ao aumento da população - é repensar o significado de desperdício e tornar o consumo cada vez mais consciente.